Bilhete Único para Estudante – Como Emitir

Quer saber como emitir o Bilhete Único para estudante? Então você está no lugar certo! Preparamos esse post para explicar detalhes de como funciona esse cartão, que foi lançado primeiramente na cidade de São Paulo.

Falaremos então sobre o bilhete único estudantil paulistano, que facilita a vida de milhares de crianças, adolescentes e adultos que estudam diariamente e precisam se locomover.

Emitido pela SPTrans, o bilhete único destinado aos estudantes pode fazer parte de dois sistemas: o de meia passagem e o de gratuidade. Conforme for a situação de renda per-capta de sua família, irá variar o tipo de cartão que você terá.

Então, se você ou seu filho, sobrinho, neto, irmão, enfim, está matriculado em alguma instituição de ensino e precisam dessa facilidade para conseguir transitar entre casa e a escola, fique ligado em nosso post!

Vamos lá?

Bilhete Único para Estudante – Como emitir

Primeiramente, é preciso estar devidamente matriculado em uma instituição de ensino cadastrada no sistema da SPTrans. Pode ser escola, faculdade, curso profissionalizante ou técnico.

De acordo com o portal da própria SPTrans estudantes com mais de 6 anos de idade podem obter 50% de desconto na passagem de ônibus que circulam dentro da cidade de São Paulo, bem como para as linhas de Metrô e da CPTM.

Compareça na secretaria de onde você estuda para confirmar se o local está credenciado.

Posteriormente, você deve manifestar interesse pelo bilhete único em sua escola / universidade. Essa primeira solicitação deve ser concretizada com facilidade através da internet.

Acesse o portal da SPTrans e logo após do Bilhete de Estudante

Acesse o portal da SPTrans e logo após do Bilhete de Estudante

Acesse o site http://estudante.sptrans.com.br/ e siga o passo a passo abaixo:

  1. Clique em “Não tem a carteira Estudantil? Faça o cadastro”
  2. Logo após, clique em “Iniciar cadastro”
  3. Preencha o formulário com seus dados pessoais
  4. Informe principalmente o RG e o CPF
  5. Se estiver faltando algum documento ou errado, clique em “Tentar corrigir”
  6. Envie uma foto 3×4 digitalizada (de preferência com fundo branco)
  7. Você receberá um e-mail de aprovação da foto enviada
  8. Se for aprovada, entre no sistema da SPTrans de novo e clique em: “Se você é estudante e deseja solicitar o benefício clique aqui”
  9. Posteriormente, escolha a opção “Bilhete Único”
  10. Peça o envio de seu formulário para instituição de ensino. 
  11. Vai gerar um boleto com a taxa referente à primeira solicitação.
  12. Imprima o boleto
  13. Efetue o pagamento
  14. Aguarde de 20 a 30 dias até que o cartão chegue à instituição de ensino

Geralmente as inscrições para o nome ano letivo abrem no mês de janeiro. A liberação dos cartões, contudo, passa a ser feita no mês seguinte em fevereiro.

Em 2018, para você ter uma ideia o cadastro abriu na primeira semana de janeiro e os cartões foram emitidos em fevereiro. Foi a data certinha para que os estudantes começassem a frequentar as aulas já com o bilhete único de estudante em mãos.

A saber, esse é o procedimento que os estudantes que ainda não têm o cartão devem fazer. Quem já possui deverá fazer apenas o recadastramento, mas continuará a usar o mesmo bilhete.

renovação de bilhete único de estudante

Renovação de cadastro na SPTrans

Como falamos, quem já utilizou o bilhete único de estudante por um período e continuará estudando no próximo ano deve fazer um outro processo.

Isso por que o cartão não muda a cada ano letivo. Ele permanece o mesmo até quando você se mantiver matriculado na instituição.

Para fazer a renovação siga o passo a passo:

  • Digite o número do seu RG ou do CPF, para imprimir o boleto de pagamento da taxa, bem como para saber detalhes do status da Bilhete Estudantil.
  • Acesse sua página de cadastro
  • Selecione “Estudante -> Solicitação do Benefício” para revalidar, imprimir e pagar o boleto.
  • Após a compensação bancária, que leva até três dias úteis, o Bilhete de Estudante é revalidado.

Importante frisar que para ter direito é preciso o estudante deve:

– frequentar cursos regulamentados

– morar a mais de 1km da escola

– ter oferta de transporte público no percurso escola/casa e casa/escola

– instituição deve estar cadastrada na SPTrans

Bilhete Único de Estudante – Gratuidade

Para quem não sabe, a Prefeitura de São Paulo também oferece “passe livre” para estudantes com determinadas características sociais.

Além de se enquadrar em todos os requisitos gerais que falamos anteriormente, o solicitante deve apresentar:
a) renda familiar per capita inferior a 1,5 salário mínimo;
b) preencher a Autodeclaração de baixa renda no site da SPTrans;
c) comprovar as informações prestadas na autodeclaração mediante comparecimento na entrevista do CadÚnico para programas sociais no órgão competente;

d) informar à SPTrans o Número de Interesse Social (NIS), após a entrevista do CadÚnico.

Bilhete único de Estudante

Gratuidade Rede Pública de Ensino:

De acordo com o site da SPTrans, há diferenciação entre as categorias estudantis. Por isso, o solicitante deve ficar atento para descobrir se a gratuidades são automáticas, sem comprovação de renda, ou com a comprovação devida.

a) Ensinos Fundamental e Médio – gratuidade automática sem comprovação de renda.

b) Cursos Técnicos e Profissionalizantes – gratuidade automática sem comprovação renda.

c) Ensino Superior e Tecnólogos – com comprovação de Baixa Renda.

Rede Privada de Ensino:

Os estudantes de instituições privadas também têm direito a bilhete único de estudante gratuito. Mas para isso também tem algumas regras a serem seguidas.

Veja as condições para solicitar:

a) Ensino Superior – beneficiários do  PROUNI, FIES, Bolsa Universidade, Cotas Sociais. Gratuidade automática sem comprovação de renda.

b) Cursos Técnicos e Profissionalizantes – com comprovação de Baixa Renda.

c) Ensino Superior e Tecnólogos – com comprovação de Baixa Renda.

Preços das passagens

Lembrando que atualmente o preço da passagem dos ônibus, do metrô e trens na cidade de São Paulo é de R$4,00. Não há informações sobre possíveis aumentos, contudo, o reajuste também se encaixa para as passagens de estudantes.

Dessa forma, quando há um aumento, valor do desconto modificará automaticamente para aqueles que carregarem seus bilhetes posteriormente à nova vigência de preço.

Agora os estudantes que já carregarem seus bilhetes anteriormente à mudança não sofrerão com o aumento até que essa cota se esgote.


Esperamos que tenha gostado de saber mais detalhes sobre o Bilhete Único de Estudante.

Qualquer dúvida que tiver, deixe um comentário para a gente. Até uma próxima!


Diga o que achou? Você será o primeiro! on "Bilhete Único para Estudante – Como Emitir"

Diga o que achou!

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.