Como Calcular Descontos de Salário – Passo a Passo

Muitas pessoas têm dúvidas sobre como calcular descontos de salário sobre a folha de pagamento mensal, no entanto, é primordial ficar por dentro do assunto. Afinal, trata-se de um assunto que diz respeito diretamente ao nosso bolso e, se não direcionarmos atenção, podemos acabar lesados.

A saber, existem uma grande diferença entre o valor que o empregador registra seus colaboradores e quanto eles realmente vão receber no final do mesmo. 

Essa diferença é por conta do salário bruto (Total sem os descontos) e o salário líquido (Salário pago com os descontos da folha de pagamento, imposto, contribuições, vale transporte, entre outros). 

Alguns descontos são obrigatórios e acabam descontados de todo trabalhador, e outros que podem ou não ser aplicados, tudo dependerá da empresa que trabalha. 

O cálculo da folha de pagamento é feito todos os meses pelo departamento de Recursos Humanos e o salário quando cai na sua conta já está com os descontos efetuados. Ou seja, trata-se do salário líquido. 

Se você quer saber como calcular descontos de salário e demais detalhes, acompanhe o artigo e saiba tudo sobre o assunto!

Como calcular descontos de salário – Impostos obrigatórios

Para conseguir realizar o cálculo de quanto de fato você vai receber, tenha em mãos o salário bruto e todos os benefícios que recebe. 

Dessa maneira, fica mais fácil entender os descontos que acontecem em seu holerite. Veja a seguir os descontos obrigatórios.

INSS e IRRF

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) da Previdência Social e o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) são descontos obrigatórios. 

Ademais, ambos incidem sobre o salário base e demais ganhos como bônus, comissão, horas extras, entre outros. 

O INSS incide sobre o salário bruto que pode variar de acordo com a faixa de salário paga ao funcionário, veja os valores atualizados de 2021:

  • Salário mínimo R$ 1.100 – Alíquota 7,5%
  • De R$ 1.100,01 até R$ 2.203,45 – Alíquota 9%
  • R$ 2.203,49 até R$ 3.305,22 –  Alíquota 12%
  • R$ 3.305,23 até R$ 6.433,57 – Alíquota 14% 

O valor de R$ 6.433,57 é o teto da contribuição, quem receber acima disso pagará no máximo R$ 900,67 de descontos. 

A saber, outro desconto obrigatório é o IRRF que será calculado em cima do seu salário bruto menos o INSS. Ele também é variável, ou seja, depende da sua faixa salarial, suas alíquotas estão entre 7,5% e 27,5%. 

Como Calcular Descontos de Salário
Fonte: Jornal Contábil

Tabela do desconto IRRF 

  • Salários até R$ 1.903,98 – Isento 
  • De R$ 1.903,99 a R$2.826,65: 7,5%
  • R$ 2.826,66 a R$3.751,05: 15%
  • R$ 3.751,06 a R$4.664,68: 22,5%
  • Salários acima de R$4.664,68: 27,5%

Anteriormente, o desconto da contribuição sindical também era obrigatório, atualmente somente trabalhadores filiados a sindicatos pagam essa contribuição. 

Vale frisar que o INSS é descontado sobre o salário bruto, já o IRRF é sobre o Salário bruto menos o INSS. 

Desse modo, veja um exemplo simples de como calcular quanto será descontado sobre um salário bruto de R$ 4.000:

INSS = 14% = R$ 560

IRRF = 15% = R$ 516 (15% de R$ 3.440) 

Dedução da parcela dedutível: 516 – 354,80 = R$ 161,20 valor do IRRF. Para consultar as tabelas de deduções do IRRF consulte através do site .

O salário líquido será a valor obtido com os descontos desses dois valores sobre 4 mil, ou seja:

4.000 – 560- 161,20 = R$ 3.278,80. 

Vale destacar que dependendo da situação do colaborador alguns descontos podem ser deduzidos do IR:

  • Pensão alimentícia
  • Previdência privada 
  • Dependentes – R$ 189,59 por dependentes 

Como calcular descontos de salário – Descontos extras

No tópico anterior abordamos os descontos obrigatórios, contudo, alguns descontos são extras, dependendo da política da empresa e os benefícios que o funcionário possui, por isso depende caso a caso; veja os principais deles:

  • Atrasos e faltas: Podem ser descontados sobre o salário bruto. 
  • Vale transporte: O valor do vale transporte a ser descontado sobre o salário bruto, em sua maioria é de 6% do salário bruto. 
  • Plano de Saúde: O desconto pode ser de até 30% do salário bruto, de acordo com a ANS “Agência Nacional de Saúde Suplementar”. Existe também o plano com coparticipação, quando o funcionário paga uma porcentagem sobre cada atendimento que utiliza. 
  • Benefícios: As empresas podem deduzir benefícios como plano de saúde, vale-refeição, vale alimentação, plano odontológico, entre outros.

Por fim, para chegar no valor do salário líquido deve ser feita a seguinte conta: Salário bruto – INSS – IRRF e diminuir também dessa conta os descontos extras aplicados pela empresa. 

E então, gostou de saber mais sobre como calcular desconto de salário?

Não deixe de ler também – Imposto de Renda 2021 – Veja como fazer.

Be the first to comment on "Como Calcular Descontos de Salário – Passo a Passo"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.