Como fazer CPF? Passo a Passo

Assim como o RG, o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) é um documento obrigatório para o cidadão brasileiro maior de 16 anos. Mas, caso você ainda não o tenha, não se preocupe! Vamos explicar como fazer CPF – Passo a Passo.

Este documento é constituído de 11 dígitos e assim que o cadastro é realizado, o número é definitivo. Em caso de perda e haja necessidade da segunda via, o número permanece o mesmo.

A saber, o CPF é um documento emitido pela Receita Federal que gerencia esse banco de dados com informações cadastrais dos contribuintes. Até 2011, a Receita Federal emitia um cartão.

Mas desde então, apenas um papel é entregue ao cidadão e, além disso, o número consta também no RG de cada pessoa.

Atualmente o CPF pode constar no RG

Como fazer CPF – Passo a Passo

Existem algumas opções para você fazer o CPF.

Você pode acessar o site oficial da Receita Federal ou então comparecer em uma agência da Caixa Econômica Federal, assim como do Banco do Brasil.

Para fazer CPF – Via Internet

No site da Receita Federal você consegue tirar seu CPF através deste link oficial.

Logo após você deve seguir estes passos:

1 – Preencha o formulário com as informações solicitadas, assim como seu atual endereço.

2 – Confira se as informações estão corretas e, enfim, clique em enviar.
Importante: Para maiores de 18 anos é obrigatório ter o número do título de eleitor.

3 – Entenda, de acordo com o site da Receita Federal, o número de inscrição no CPF é gerado ao final da conclusão de atendimento. Sua consulta pode ser feita através do link aqui.

Para ter acesso ao andamento de sua solicitação, bem como conseguir imprimir o comprovante de inscrição, você precisará preencher os seguintes campos:

  • Local de atendimento
  • Código de atendimento
  • Data de nascimento
  • Data de atendimento

Veja imagens para entender melhor essa parte:

Como fazer CPF pelo site da Receita Federal

Como fazer o CPF de forma presencial – Passo a Passo

Quem optar por um atendimento presencial tem as seguintes opções: Agências dos Correios, Caixa Econômica Federal, bem como Banco do Brasil.

Lembrando que o atendimento é feito no horário comercial e de segunda à sexta-feira com determinados documentos de acordo com cada grupo.

1 – Para maiores de 18 anos

  • Documento de identificação oficial com foto (RG ou CNH, por exemplo);
  • Certidão de nascimento ou de casamento, caso não conste no documento de identificação oficial apresentado a naturalidade, a filiação e a data de nascimento;
  • Título de eleitor ou documento que comprove o alistamento eleitoral;
  • Na inexistência da obrigatoriedade ou da impossibilidade do alistamento eleitoral, certidão da justiça eleitoral ou documento que comprove esta condição.

2 – Para menores com 16 ou 17 anos

  • Caso a solicitação seja realizada pela própria pessoa, deve estar munida com documento de identificação com foto (RG), que comprove: naturalidade, filiação, bem como data de nascimento.
    – Solicitação por um dos pais:
  • Certidão de nascimento ou documento de identificação com foto (RG), que comprove: naturalidade, filiação e data de nascimento;
  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante;
  • Título de eleitor ou documento que comprove alistamento eleitoral (Neste caso é facultativo).

3 – Para menores de 16 anos (Tutelados, curatelados e outras pessoas sujeitas à guarda judicial)

  • Certidão de nascimento, certidão de casamento ou documento de identificação oficial com foto do menor;
  • Documento de identificação oficial com foto do solicitante, (um dos pais, tutor, curador ou responsável pela guarda);
  • Documento que comprove a tutela, curatela ou responsabilidade pela guarda, conforme o caso, do incapaz ou interdito.
  • Qualquer pessoa abaixo dos 16 anos tem direito ao CPF, inclusive recém-nascidos.

Quando a inscrição for solicitada mediante procurador do interessado:

  • O procurador deverá levar os documentos listados em “1” e “2”, conforme o caso;
  • Documento de identificação com foto do procurador;
  • Documento que comprove a inscrição do procurador no Cadastro de Pessoas Físicas;
  • Instrumento público de procuração ou particular com firma reconhecida.

Os documentos necessários devem ser originais ou cópias autenticadas

Quanto custa para fazer CPF?

No caso de optar por realizar a inscrição através do site da Receita Federal, o serviço é gratuito. Entretanto, o cadastro realizado via Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, bem como agência dos Correios, é realizado mediante uma taxa máxima de R$ 7,00.

Além disso, há a possibilidade do serviço gratuito por meio de entidades públicas conveniadas com a Receita Federal de seu Estado. Veja detalhes neste link.

Importante:

Apesar de ser um documento obrigatório, a saber, o CPF não é válido como documento de identificação. Isso porque, não contém assinatura, bem como alguma foto.

Para ter validade é necessário estar acompanhado de outro documento de identificação, por exemplo:

  • RG (Registro Civil)
  • CNH (Carteira Nacional de Habilitação)
    Bem como de documento funcional
  • OAB (Ordem dos Advogados do Brasil)
  • CRM (Conselho Regional de Medicina)
  • CRP (Conselho Regional de Psicologia). Entre outros.

Além disso, o CPF é necessário para abertura de conta em banco, crediário em lojas, cadastro em sites, inscrição em concursos, entre outros.

Situação cadastral de seu CPF

Consulte sua Situação Cadastral!

Quando realizar a pesquisa de Situação Cadastral, a saber, você pode encontrar termos. Entenda:

Regular: não há nenhuma pendência no cadastro do contribuinte.
Pendente de regularização: o contribuinte deixou de entregar alguma Declaração do Imposto Renda da Pessoa Física (DIRPF) dos últimos cinco anos.
Suspensa: o cadastro do contribuinte está incorreto ou incompleto.
Cancelada: o CPF foi cancelado por multiplicidade, em virtude de decisão administrativa ou judicial.
Titular falecido: quando for incluído o ano de óbito
Nula: foi constatada fraude na inscrição e o CPF foi anulado.

Aplicativo Pessoa Física

Caso possua aparelho celular com sistema Android e iOS você pode baixar o aplicativo APP Pessoa Física e ter acessos diversos serviços. Por exemplo:

  • Consultar a situação do CPF nas bases cadastrais da RFB (Consulta CPF)
  • Consultar a 2º via do CPF (Comprovante de Inscrição)
  • Obter informações sobre restituição da declaração do imposto de renda (Restituição IRPF)
  • Simular o cálculo do imposto de renda (Cálculo mensal e anual)
  • Consultar o Perguntão IRPF (um guia com diversas questões respondidas sobre o IRPF)
  • Testar conhecimentos sobre a legislação do IRPF (Quis)
  • Verificar a situação de débitos relacionados com o IRPF e gerar o DARF para pagamento (Pagando o Imposto)
  • Preencher e entregar a declaração IRPF original dos exercícios 2013 e 2014 (m-IRPF)
  • Avaliar o aplicativo

Para facilitar, tenha o CPF no RG

A saber, com o fim do cartão do CPF, existe a possibilidade de inclusão do número do CPF no RG. Para isso, compareça então em qualquer posto de atendimento ao cidadão mais próximo de sua casa e solicite a inclusão no ato da emissão de sua carteira de identidade.

Além do CPF, você pode solicitar que o número do PIS conste também em seu RG. Como todos são de validade nacional, o serviço facilita sua vida.

Esperamos que tenha gostado do artigo. Caso tenha alguma dúvida, pode nos deixar abaixo na parte destinada aos comentários. Até uma próxima!


4 Comentaram on "Como fazer CPF? Passo a Passo"

  1. Quero ter um otimo cpf de crianças

  2. Marion da Fonseca cordeiro | abril 28, 2019 at 4:13 pm | Responder

    Muito esclarecedor, gostei do conteúdo.

    • Valdenise Fernandes | abril 30, 2019 at 11:33 am | Responder

      Obrigada, Marion, estamos sempre criando ótimos conteúdos para você, volte sempre ao nosso site e muito obrigada pela visita e o incentivo de seu comentário!!

  3. Achei um pouco complicado

Diga o que achou!

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.